sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Seria um bom dia

Hoje seria um bom dia para andar pelo Grindr.
Sempre que me perguntassem: “Que procuras?”. Podia responder: “A carteira...” 

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Se querem arranjar marido

É no próximo dia 8 de dezembro na Gulbenkian. Já estou a imaginar a romaria (aka parada)...

quinta-feira, 2 de novembro de 2017

De se ser giro

Seja correcto ou incorrecto, a verdade é que ser giro ou gira, bonito ou bonita, tem as suas vantagens. 

Já tinha sido alertado para o facto de que não só a pessoa que estava a atender o telefone era nova como também o era o moço das entregas e que esta podia demorar 50min.
A entrega da comida demorou mais que o habitual e mais do que seria admissível (1h40 - para quem não come desde o meio dia e meia, imaginem o humor com que estava). 
Estava preparado para soltar a fera, mas o miúdo que apareceu aqui à porta era giro (Damn it!). Apesar disso, já estava preparado para ser mau e não dá para desperdiçar a atitude.
- Hmmm... Como vai pagar?
- (Bitch face on - and position) Multibanco... 
- Hmmm pediu à minha cole... (levanto o sobrolho) a minha colega não lhe perguntou?
- Não... (Tinha ligado uma segunda vez por causa desta questão e para perguntar pela demora, a menina garantiu-me que o colega trazia o aparelho, uma vez que andava com outras encomendas, e desculpou-se por não me ter perguntado pelo modo de pagamento)... Não o trouxe? (Perguntei eu ao moço).
- Não. (Disse ele encavacado). 
- Bom, posso ir levantar dinheiro, mas tem de esperar um bocadinho. Tem troco?
- Hmmm (e começa a verificar a carteira. Percebo que deve ter troco mais depressa do que ele - não dá para tudo, ser bonito e perspicaz, acreditem.)
(...) 
Vou levantar dinheiro e volto. Está frio na rua e o moço está à minha espera na entrada do prédio. Vou com o meu olhar de mau desde o início da rua. Vocês não sabem, mas no trabalho preciso de usar o meu olhar de mau e portanto este é bastante apurado. E penso na descasca que estou quase a dar ao gaiato - que deve ter a minha idade, mais ou menos. 
Chego perto dele e está o “puto” (muito) giro (Damn it!) com um olhar de cachorro abandonado e quase a chorar...
- Desculpe... 
- Pois! Isto hoje não foi famoso... 
E não tive coragem de dizer mais nada ao moço das entregas que lá me explicou a situação. 
Bem, só vos digo que ainda levou uma gorjeta de 5 cêntimos, ao que parece o troco não era suficiente. Ah, tocou-me no ombro enquanto me desejava um bom jantar (hihihi).

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Trend Him

Se forem como eu, um bocadinho velhos do Restelo no que toca a fazer compras online, uma vez que gostam de ver com as mãos e de ver como vos assenta, mas, por outro lado, de vez em quando se deparam com coisas pela internet que são giras ou já não têm paciência para a confusão que são as lojas e centros comerciais ou ainda, porque acham que os acessórios para homem que existem nas lojas são uma miséria, tenho a solução para vocês: TrendHim
Como descobri esta maravilha, perguntam vocês? Na verdade fui convidado para uma parceria (Ah, bicha moderna!) e após um namoro, que incluiu uma investigação detalhada pelo site (Ah, stalker!), resolvi aceitar.
Um dos motivos que me leva a não gostar de fazer compras online prende-se com o facto de não conseguir verificar a qualidade das peças. Porém, após a recepção das peças, a filosofia da marca de “preveligiar a excelência” não deixa dúvidas!
Só pelo cheiro já conseguimos perceber a qualidade dos produtos. Uma carteira e um nécessaire em pele com o seu distinto aroma, que antes do toque, permitem antever a qualidade dos produtos em questão. O espaço de arrumação dos mesmos é fantástico. Sabem o que é andar com 3 mil cartões na carteira e terem de andar empilhados? Problema resolvido. 
O nécessaire permite-me levar tudo o que preciso para viajar, sem ter o "me home" a cantigar o porque de levar sempre demasiadas coisas (segundo a perspectiva dele. O que ele não percebe é que só levo o que preciso e para as eventuais necessidades de urgência, que podem não ocorrer). 
Um cinto, maravilhoso! E vocês não sabem a dificuldade que é encontrar um cinto para mim. Não tenho culpa de ser magro, o que me leva sempre a ter de fazer mais uns furos e colocar o resto da fivela quase a dar outra volta (Ah, melodramático!). Um cinto bem jeitoso para levar para o novo work. E umas pulseiras, que vão estar de volta para os homens, trust me (Ah, fashionista!), é só emparelha-las com um relógio e estão prontos a sair de casa. 
Passem pelo site, vejam as peças, e se precisarem de se embonecar no dia a dia, para um casamento ou baptizado, de oferecer uma prenda a um ser com pilinha (que bem difícil é encontrar algo que seja fora do comum e giro) experimentem a compra, pela qualidade não se vão arrepender. 

Aposto que é uma referência que vão guardar, eu já tenho os meus próximos planeados.



(Produtos TrendHim - Acessórios e Joalharia para Homem)

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

O coming out perfeito

Vão por mim e acreditem quando escrevo que a perfeição é altamente subjectiva e, consequentemente, pessoal e intransmissível. 
No outro dia lembrei-me de como seria o meu coming out perfeito. Não há receitas milagrosas e portanto terão de pensar no vosso - podem partilhar num comentário, se quiserem, ou fazer um post no vosso blog. 
Quando nascemos, eu e o meu irmão mais velho, a minha mãe tinha ideias muito bem definidas do que queria para cada um de nós quando crescêssemos. Enquanto que para o meu irmão desejou, o agora clichê: “Gostava que fosse médico”. A mim calhou-me algo mais particular na rifa: “Gostava que fosse padre”. 
Assim sendo, a conversa sobre o meu coming out começaria com um:
“ - Mãe, lembras-te de desejar que eu nunca tivesse sexo com mulheres? (...)” 

domingo, 8 de outubro de 2017

Das meias

Uma pessoa olha para um moço e pensa: "Será que é gay?". Sim, que quem não nasceu com gaydar sofre e tem de o ir construindo ao longo do tempo. Pensei para com os meus botões: "Pois claro que é gay, mas como ter a certeza?". Depois os meus olhos bateram nas meias do moço "Yhap! É gay!".

E pensam vocês: "Como é que as meias podem confirmar se alguém é gay ou não?". Simples, digo-vos eu, heteros não usariam meias cujo o desenho são marinheiros...

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Twitter moment

De todo o bichedo que existe no meu novo local de trabalho o único homem giro não é gay... #FML

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Twitter Moment

Toda a gente a falar da cara do miúdo Prince George, no seu primeiro dia de escola, e ninguém reparou no bulge do pai? Digamos só que ele guarda para a esquerda.

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Sobre mim


Desde pequeno que não gosto de andar de autocarro. Então agora, que tenho a possibilidade do metro, andar na carris faz-me imensa confusão. É muita proximidade e aconchego para o meu gosto.  
Isto já deve vir desde criança, altura em que com dois anos de idade fiz uma viagem de autocarro ao estrangeiro e tendo em conta à impossibilidade de poder parar o autocarro para fazer xixi, porque, segundo a minha mãe, "tínhamos acabado de parar" e eu como criança já resolvida que era, sem ninguém me dizer nada, peguei numa garrafa de plástico vazia e toca a fazer xixi lá para dentro...  

I will be back.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Circuncisão?

Sim ou não?

Vá, tudo a dar opinião: Sao circuncidados? Conhecem alguém que seja? Já estiveram com alguém que seja? Recomendam? Conhecem histórias macabras ou é tudo em tons cor de rosa?

Bicha informada vale por duas. Quem ajudar ganha um lugar no céu homosexual: onde há pilas para todos os gostos.

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

S.O.S.

Meninos, conhecem um bom urologista em Lisboa? Um que não seja fã de cirurgias como solução para tudo? 
Podem deixar comentário, em anónimo se preferirem, ou mandar-me um e-mail para o ricardordst@gmail.com

Agradecido

sábado, 21 de janeiro de 2017

Manifestações há muitas

Hoje foi dia de manifestação. Confesso que pensei ir, mas fiquei-me por aí. 
Contudo e porém, dediquei-me às limpezas e enquanto esfregava a sanita (o desmistificar de um mito, eu sei) não deixei de pensar: "Olha, um rapaz a fazer as limpezas. Espero que, enquanto as mulheres e não só deste mundo foram à rua, os homens tenham ficado a fazer as tarefas domésticas." 
Isso e que o Trump leve com um piaçaba pelo cu a cima.